VOLTAR AO TOPO
Hospital Escola é credenciado a realizar transplante do coração
Expectativa é que os primeiros procedimentos sejam feitos ainda no segundo semestre de 2016
Assessoria de Comunicação e Marketing AISI/FMIt/HE 12/07/2016 15:06

O Ministério da Saúde e o Sistema Nacional de Transplante (SNT) credenciaram o Hospital Escola (HE) da Faculdade de Medicina de Itajubá (FMIt) a realizar Transplante de Coração. A portaria foi publicada no Diário Oficial da União, em 23 de junho de 2016. É mais um passo para a estruturação do Centro de Transplantes de Órgãos do HE, que irá suprir uma carência verificada em Minas Gerais – o serviço será referência para todo o Estado.

O programa de transplantes do Hospital Escola já é credenciado, desde o ano passado, para a realização de procedimentos de fígado e rins. Desde então, foram feitos dez transplantes de rins, e as captações de fígados terão início neste mês de julho.  A próxima etapa da equipe gestora do HE e de sua mantenedora, a Associação de Integração Social de Itajubá (AISI), será buscar a habilitação do Ministério da Saúde e do SNT para o Transplante de Medula Óssea.

“Dentro de nosso planejamento estratégico, a prioridade é a adequação do Hospital Escola para que se torne um Hospital Geral de Alta Complexidade, e o grande diferencial será a realização de transplantes”, explica o diretor geral do Hospital Escola, dr. Rodolfo Souza Cardoso. “Apesar do cenário de retração econômica, que atinge todos os setores, mantivemos os investimentos nos projetos de criação de novos serviços que estavam planejados: a reforma e ampliação de setores vitais para o atendimento hospitalar do paciente do transplante contou também com recursos de convênios com a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais”, completa o presidente da AISI, dr. Kleber Lincoln Gomes.

A expectativa da equipe gestora é que os primeiros transplantes de fígado e coração sejam feitos ainda no segundo semestre deste ano. “Já estamos trabalhando para concluir a implantação do ambulatório que dará suporte ao transplante de coração. As atividades devem começar ainda este mês”, destaca dr. Rodolfo Souza Cardoso. O ambulatório será o responsável pela realização dos exames pré-operatórios para identificar os pacientes que estão aptos a entrar na lista de espera para o transplante. O hospital já conta com os ambulatórios de rins e fígado.

Paralelo às ações adotadas pelo Hospital Escola de Itajubá, outras duas ações são necessárias para a implantação do programa: ajustar a logística de captação de órgãos, em uma ação coordenada com o MG Transplantes, que é o órgão regulador mineiro, com apoio do Serviço de Remoção Área do SAMU, que dará suporte ao HE; e a conclusão das obras da unidade de internação de pacientes do programa de transplantes, que deve ficará pronta em agosto deste ano. As obras contam com recursos da Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais.

O início do Programa de Transplantes do HE começou em 2012, com o parecer favorável da Secretaria de Estado da Saúde, que viu na inciativa uma maneira de preencher a lacuna existente nesta área no Estado. O primeiro serviço a ser credenciado foi o Transplantes de Rins, em 1º de junho de 2015. O segundo foi o Transplante de Fígado, em 25 de agosto de 2015, por meio de tutoria com o Hospital Israelita Albert Einstein, dentro de um programa do Ministério da Saúde que visa capacitar novos serviços de transplantes no país. Vale destacar que o HE é habilitado, desde 2002, para a captação de córnea, tendo também projeto para efetuar o transplante de córnea em Itajubá.

(Bill Souza | Contexto Assessoria em Comunicação)

 

 

Divulgação

AISI/Faculdade de Medicina: (35) 3629-8700 Hospital Escola: (35) 3629-7600

AISI - Institucional

196888 Visitas
2 Online

Associação de Integração Social de Itajubá Av. Renó Júnior, 368 | São Vicente | CEP 37502-138| Itajubá - MG