VOLTAR AO TOPO
Saeme certifica 19 Instituições
Cursos comprovaram excelência em aspectos educacionais, de qualidade da gestão e de infraestrutura
Assessoria de Comunicação e Marketing AISI/FMIt/HE 11/04/2017 14:52

Dezenove escolas médicas brasileiras receberam um selo de acreditação oferecido pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) e pela Associação Brasileira de Educação Médica (Abem). Para obter esse reconhecimento, cumpriram uma série de pré-requisitos exigidos pelo Sistema de Acreditação de Escolas Médicas (Saeme): comprovaram excelência em diferentes aspectos, que envolvem requisitos educacionais, perfil dos docentes, qualidade da gestão e da infraestrutura disponível, entre outros pontos. O roteiro seguido compreendeu diferentes etapas: desde o preenchimento de um questionário on-line até visitas in loco, envolvendo dirigentes, docentes, estudantes e técnicos da escola, representantes da comunidade, da rede de saúde local e a equipe de avaliadores. A certi­ficação vale por três anos, quando então os cursos serão reavaliados. Dos 19 cursos acreditados, seis estão situados em estados da região Sudeste (32%). Em segundo lugar, aparecem as regiões Nordeste e Sul, com cinco cursos acreditados cada uma. Do ponto de vista do per­fil de gestão administrativa, a maioria (68%) é privada. Com relação ao tempo de funcionamento, 53% das escolas avaliadas têm entre 47 e 63 anos de experiência pedagógico-institucional e 42% têm entre 10 e 20 anos de criação. Apenas uma das instituições existe há menos de 10 anos. As escolas contempladas se inscreveram na primeira edição do Saeme, realizada em 2016. Em 2017, haverá uma nova etapa, com previsão de avaliar 50 outros cursos. Os prazos e condições de participação serão divulgados oportunamente. A metodologia e as condições em vigor estão disponíveis no site http://saeme.org.br “Temos uma interpretação extensiva das nossas missões precípuas, previstas na Lei 3.268/1957, de que zelar pelo ético desempenho da medicina por todos os meios ao nosso alcance é também contribuir com a formação dos futuros pro­fissionais médicos. É com plena consciência desse dever que aproveitamos a oportunidade ímpar de contarmos com a disponibilidade de uma equipe pro­ficiente voltada às questões de avaliação dos cursos médicos”, disse Carlos Vital, presidente do CFM, ao saudar Milton de Arruda Martins, coordenador técnico do Saeme, durante a cerimônia de entrega dos certi­ficados, no dia 7 de dezembro. Para Sigisfredo Luis Brenelli, presidente da Abem, o Saeme cumpriu o seu objetivo de estimular que os cursos busquem crescimento e desenvolvimento. Brenelli, que também é professor da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), enalteceu ainda a participação discente no projeto. “Gostaria de agradecer todo o movimento estudantil nas suas diversas organizações, que têm apoiado e sido força motriz importante para a transformação e evolução do ensino médico no Brasil. É muito acalentador para nós que temos a responsabilidade de cuidar da Abem ver o quanto as escolas estão se esforçando, trabalhando, capacitando e mudando paradigmas para que possamos formar o médico que a sociedade brasileira precisa”, disse.

Fonte: Conselho Federal de Medicina 

 

Divulgação

AISI/Faculdade de Medicina: (35) 3629-8700 Hospital Escola: (35) 3629-7600

AISI - Institucional

196888 Visitas
2 Online

Associação de Integração Social de Itajubá Av. Renó Júnior, 368 | São Vicente | CEP 37502-138| Itajubá - MG